Marschelo Meche questiona atendimento a estudantes autistas na educação

Publicado em: 08 de agosto de 2018

Selecione a Imagem

O vereador Marschelo Meche (PSDB) protocolou na secretaria da Câmara Municipal de Americana um requerimento em que pede informações ao Poder Executivo sobre o atendimento a estudantes autistas na rede municipal de educação.

 

No documento, o parlamentar afirma ter sido questionado sobre a falta de professores assistentes na EMEF Paulo Freire. “Como sabemos houve redução no número de profissionais após a demissão dos probatórios, então é importante que saibamos se houve algum impacto nesse sentido. Considero as perdas pedagógicas e nos direitos de acesso a educação gravíssimas se constatarmos que há falta de profissionais”, aponta.

 

Meche lembra que o autismo é um problema psiquiátrico que costuma ser identificado na infância, entre um ano e meio e três anos, embora os sinais iniciais às vezes apareçam já nos primeiros meses de vida. “O distúrbio afeta a comunicação e capacidade de aprendizado e adaptação da criança”, afirma.

 

No requerimento, o vereador pergunta sobre a quantidade de estudantes portadores de autismo e quais unidades de ensino oferecem esse tipo de atendimento. Questiona, ainda, se todos os profissionais contatados estão atuando nas unidades escolares e se há previsão de contratação para atender a demanda existente.

 

O requerimento será discutido e votado pelos vereadores em Plenário, na sessão ordinária de quinta-feira (9).


Escrito por: Coordenadoria de Comunicação

Categoria: Marschelo Meche

Compartilhe essa notícia

Notícias Relacionadas