Thiago Martins pede informações sobre utilização de drones na fiscalização de descartes irregulares

Publicado em: 15 de junho de 2018

Selecione a Imagem

O vereador Thiago Martins (PV) protocolou na secretaria da Câmara Municipal de Americana um requerimento em que reitera o pedido de informações ao Poder Executivo sobre a utilização de drones para fiscalização de descarte irregular no município.

 

No documento, o parlamentar relata que há diversos pontos de descarte irregular em Americana, compostos por restos de podas de árvores, detritos de materiais vegetais, sobra de materiais de construção civil, móveis domésticos, lixo, entre outros, que ocasionam diversos problemas ao município, como por exemplo, depreciação da cidade e proliferação de animais peçonhentos com consequente perigo à saúde pública.

 

“Fui procurado nas redes sociais por moradores que denunciam o descaso no setor, principalmente em trecho da Avenida. Iacanga próximo ao campo de futebol, no bairro Jardim Amélia. Na denuncia, os relatos são acompanhados de questionamento sobre a possiblidade de se utilizar drones (veículo aéreo não tripulado) como meio de fiscalização, facilitando a identificação dos que cometem a irregularidade e evitando que novos pontos surjam”, aponta Martins.

 

De acordo com o vereador, é de conhecimento público que o Grupo de Proteção Ambiental (GPA) da Guarda Municipal de Americana (GAMA) tem como função a fiscalização dos agentes causadores de poluição no município. “De acordo com informações, a GAMA tem sob sua posse o equipamento aéreo indicado, que poderia auxiliar o trabalho em ocorrências ambientais e nas relacionadas à segurança pública”, explica.

 

No requerimento, o vereador pergunta se o drone em posse da GAMA tem sido utilizado e para quais finalidades, se há a possibilidade de utilizar o equipamento como meio de complementar à fiscalização de possíveis irregularidades cometidas contra o meio ambiente e quais medida serão tomadas para evitar os descartes irregulares na cidade.

 

O requerimento será discutido e votado pelos vereadores em Plenário, na sessão ordinária de quinta-feira (21).


Escrito por: Coordenadoria de Comunicação

Categoria: Thiago Martins

Compartilhe essa notícia

Notícias Relacionadas