Professor Padre Sergio questiona fiscalização da pulverização aérea de agrotóxicos

Publicado em: 12 de setembro de 2017

Selecione a Imagem

O vereador Professor Padre Sergio (PT) protocolou na secretaria da Câmara Municipal de Americana um requerimento em que pede informações sobre a fiscalização da pulverização aérea de agrotóxico no município.

 

No documento, o parlamentar afirma ter recebido uma cópia do Inquérito Civil nº 14.1096.0000016/2016-7, que objetiva comprovar as causas de mortes de abelhas na região de Rio Claro e, consequentemente em Americana, por suposta aplicação incorreta de agrotóxicos. “Por meio de relatos em audiência pública e também notícias pela imprensa, sabemos que a prática da pulverização aérea de agrotóxico é realizada com frequência na região da Represa do Salto Grande, justamente em local que possui inúmeras nascentes de água e com agravante de estar próximo da captação de água municipal”, afirma.

 

Ainda segundo o vereador, apesar dos benefícios trazidos pelos agrotóxicos em termos de produtividade agrícola e econômicos, esses produtos são perigosos para a saúde humana e o para o meio ambiente. “Duas particularidades devem ser acentuadas quando se examinam os efeitos adversos desses produtos. Os efeitos inter-relacionados, a persistência dos resíduos no ambiente e nos alimentos, e os danos para a saúde, os quais são geralmente insidiosos e aparecem depois de um longo tempo”, expõe.

 

“Pesquisadores afirmam que o risco é serio, e com o tempo, alguns tipos de agrotóxicos vão se acumulando no organismo e prejudicam gravemente a saúde, associando diretamente desregularão hormonal, impotência, infertilidade, podendo causar má formação fetal, além de ser um potencial cancerígeno e endócrino da ação desse produto químico”, aponta.

 

No requerimento, o vereador pergunta se é de conhecimento do Executivo a prática de pulverização aérea de agrotóxico em território americanense, especialmente em região de captação de água, se há fiscalização das empresas e que medidas são tomadas para que elas se adequem a legislação vigente. Questiona ainda se as empresas fazem a contribuição através de impostos e também para o auxílio na saúde dos americanenses.

 

O requerimento será discutido e votado pelos vereadores em plenário, na sessão ordinária de quinta-feira (14).


Escrito por: Coordenadoria de Comunicação

Categoria: Professor Padre Sérgio

Compartilhe essa notícia

Notícias Relacionadas