Tiosso e Meche discutem regulamentação de serviço de transporte de passageiros com taxistas

Publicado em: 20 de abril de 2017

Selecione a Imagem

 

Os vereadores Guilherme Tiosso (PRP) e Marschelo Meche (PSDB) reuniram-se nesta quinta-feira (2) com representantes do Sindicato dos Taxistas de Americana. os parlamentares são autores do projeto de lei que regulamenta o funcionamento do serviço eletrônico de transporte privado urbano de passageiros, prestado por empresas através de aplicativos de celular.

 

O objetivo da reunião foi debater algumas questões para facilitar o entendimento sobre o projeto, que deverá ser discutido e votado pelos vereadores nas próximas semanas. No posicionamento da categoria, o aplicativo Uber, que presta o serviço, deve ser banido do município e o projeto retirado. Os parlamentares defendem a aprovação do projeto sem abrir mão de regras que priorizem a segurança da população e o controle de veículos.

 

“Foi uma reunião positiva. Ouvimos a categoria, deixamos nosso posicionamento de que é inevitável a regulamentação do serviço na cidade, mas também precisamos nos atentar quanto a alguns fatores, como o controle de veículos que estarão à disposição da população. Existe um projeto em tramitando no Congresso Nacional que vai nos dar respaldo para que o projeto no município seja coerente. Acredito que avançamos”, avaliou Tiosso.

 

Para Meche, o diálogo deve ser sempre a melhor alternativa. “A categoria merece respeito e nunca deixamos de pensar diferente disso. Estamos buscando um caminho que favoreça todos os lados, de forma equilibrada e coerente. Na segunda-feira teremos a audiência pública e com certeza vamos ouvir todos os lados, e isso vai nos direcionar para uma melhor definição sobre os rumos do projeto”, concluiu o parlamentar.

 

A Câmara Municipal de Americana realiza na segunda-feira (24), a partir das 19h, no Plenário Dr. Antônio Álvares Lobo, audiência pública para discussão do projeto de lei. “A audiência pública será um divisor de águas. Esperamos uma discussão em alto nível, onde o fundamento será encontrar o meio termo. O Uber virá, mas com regras e respeito à categoria dos taxistas, que pagam impostos, são fiscalizados e regulamentados e hoje estiveram aqui para defender acima de tudo as famílias que são representadas por cada um dos taxistas desta cidade”, finalizou Tiosso.

 

 


Escrito por: Coordenadoria de Comunicação

Categoria: Reuniões

Compartilhe essa notícia

Notícias Relacionadas